Erros que gerentes de primeira viagem cometem no LinkedIn

  • Autor Priscila Abramovitch
  • Data 10 mar 2020
A organização do seu perfil no Linkedin é importante. Tente sempre deixá-lo claro e objetivo

O LinkedIn é uma ferramenta fundamental, principalmente para quem está no cargo de gerência, pelo fato de ser um canal de networking, por oferecer visibilidade aos resultados conquistados, além de consolidar a reputação e melhorar a autoridade no mercado. Mas é necessário cautela e planejamento quando for usar a rede social.

Deve-se sempre pensar que tudo o que você publicar afetará diretamente a sua imagem e a da sua empresa. Como atualmente não conseguimos separar a vida pessoal da profissional, ser colaborador de uma empresa é transmitir seus valores e compartilhar suas ações, campanhas, entre outros. 

A área de treinamento do Grupo In Press capacita executivos para a utilização estratégica do LinkedIn. Por isso conhecemos os principais erros cometidos por gerentes ao utilizar a rede social. Se estiver cometendo algum deles, fique tranquilo, é comum se equivocar, mas nós vamos te ajudar a ter um perfil campeão no LinkedIn!

Segue a lista do que evitar na plataforma:

  • Perfil desatualizado

Seu perfil é a porta de entrada para a rede e por isso deve estar devidamente preenchido para atingir o que o LinkedIn chama de “Perfil Campeão”. Ele é o último nível que você pode atingir quando seu perfil está totalmente completo e atrativo. Siga este checklist para obter esse reconhecimento: 

Foto do perfil

Localidade

Resumo de carreira

Experiência profissional

Fotos e vídeos

Formação acadêmica

Endossos- competências

  • Não compartilhar conteúdo

Para ser visto e conhecido no LinkedIn, é necessário compartilhar conteúdo para engajar sua rede de conexão. Publique alguma ação que a sua empresa está fazendo, um post sobre um assunto relevante da sua área, uma notícia ou até mesmo um questionamento – desde que autorizados pela área de Comunicação! Quanto mais ativo você for, mais conexões poderá fazer e mais interações terá. E isso também dará mais visibilidade e conhecimento sobre a sua empresa, pois você estará fazendo um trabalho de divulgação também. O interessante do LinkedIn é exatamente essa troca que os funcionários podem fazer e o poder que eles têm de compartilhar as iniciativas das sua organização. Além disso, podem também comentar outras novidades do mercado que tragam boa repercussão.

Em parceria com a Social Media Week, a MLabs, empresa especializada em gerenciamento de redes sociais desenvolveu a pesquisa “Perspectivas – Mercado Digital 2020” que aponta canais, estratégias e tecnologias que podem direcionar o investimento das empresas nos próximos meses. Linkedin está no topo do ranking com 73%, sendo a principal aposta de rede social para esse ano, onde o alcance do conteúdo é maior pois tem pouca gente produzindo.

  • Ser muito pessoal e/ou causar polêmica

Evite falar de assuntos polêmicos na rede como religião, sexualidade ou política, pois podem gerar discórdia e comentários desagradáveis. Claro que é sempre válido expressar sua opinião, mas ela deve ser coerente e pensada. Tome cuidado ao se distanciar dos valores da empresa em que trabalha, pois isso pode gerar problemas para você. A partir do momento que em você tem um contrato e uma relação profissional, você veste a camisa da sua marca. Por isso, tente sempre alinhar suas opiniões com os posicionamentos da empresa.

Se expor demais na rede social pode ser perigoso

  • Escolher uma foto de perfil inadequada

A foto de perfil é a primeira impressão que você passa dentro do Linkedin. Por isso, faça dessa escolha algo pensado e que seja coerente com seu cargo/empresa. Para decidir qual foto será eleita ou que padrão seguir para tirá-la, vamos te ajudar com alguns itens que devem ser levados em consideração:

– É importante que você apareça sozinho e não mostre nenhuma parte cortada de alguém;

– Verifique se o seu corpo e rosto estão na direção da câmera para não parecer distante do usuário;

– Não faça caras e bocas ou biquinho;

– Não coloque foto com óculos de sol;

– Busque tirar uma foto simpática, um sorriso é sempre bem vindo!

Sua foto deve transmitir profissionalismo e, ao mesmo tempo, carisma para gerar conexão com as pessoas! Agora você tem tudo para ter uma foto perfeita na rede. 

  • Cometer erros gramaticais

  Revise sempre seus conteúdos para não cometer erros de português. Não é agradável ter que esbarrar com eles por aí. Fique atento. Se tiver com dúvida, é válido pedir ajuda de um colega ou revise seu texto em um corretor ortográfico. A internet está cheia deles – como o correcao.pt. Se atente também quanto à coerência dos conteúdos e se as pontuações estão adequadas, não poste sem ter feito uma boa revisão. Se você acabar descobrindo um erro depois de postar, é só editar o post e depois atualizar. Com a boa escrita, você ganha mais pontos para o seu engajamento.

  • Não interagir na plataforma

O LinkedIn está tentando se tornar cada vez mais humanizado. Um exemplo disso são as reações inseridas na rede social (parabéns, amei, genial e interessante), que torna a interação mais próxima. Por isso, reaja aos posts do seu interesse, se puder comente e entre em contato com parceiros pelo chat. É importante interagir para ser visto no LinkedIn e obter mais conexões. Se você se omitir da rede, não vai gerar retorno e visibilidade. O ideal é programar uma certa frequência de uso para facilitar.

  • Não ser acessível

Não entrar com uma certa frequência no LinkedIn pode fazer com que mensagens fiquem sem resposta e pedidos de conexões fiquem pendentes. Isso pode parecer que você é alguém que não acompanha seu mercado e não faz uso da plataforma (o que pode levar a perda de ótimas oportunidades). Se você tem um perfil, faça proveito dele e seja acessível com suas conexões.  Isso vai permitir que você tenha abertura com todos e te levará sempre a novas pessoas, descobertas e troca de conhecimento.

  • Inventar informações

Confira sempre a fonte das informações compartilhadas para não gerar  desconfiança de publicar uma possível “Fake News”. Credibilidade é tudo, por isso tenha 100% de certeza antes de falar ou mencionar algum fato. Se tiver citando alguma notícia, não se esqueça da fonte para validar o que está comentando.  

Agora você já sabe o que não fazer no LinkedIn! Aprimore suas habilidades para crescer e ter sucesso na rede.

Se quiser se aprofundar ainda mais no tema, entre em contato e aprimore suas habilidades na rede. Conheça mais sobre os treinamentos em comunicação digital oferecidos pelo Grupo In Press!

 

 

Assine nossa Newsletter

[contact-form-7 id=”585″ title=”Newsletter”]